Saiba utilizar e economizar água no estande da Cesan

30 nov

Estande da Cesan (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Uma cidade sustentável é aquela que consegue garantir saúde e qualidade de vida aos cidadãos. Pensando nisso, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) deixou prontos 80 mil pontos na Região Metropolitana de Vitória. Agora, a campanha, é para que cada morador faça sua ligação à rede coletora de esgoto.

Um estande montado na 23ª Feira do Verde  explica passo a passo como proceder. O esgoto que sai da cozinha deve ser direcionado para uma caixa de gordura. De lá para a caixa de passagem, onde também é encaminhado o esgoto vindo do banheiro. Tudo o que foi recolhido é encaminhado agora para a Caixa de Ligação, pentencente a Cesan.

Depois de aprender ligar a sua casa na rede, você também pode se ligar nas dicas de como economizar água, como limpar a caixa d’água ou ainda como descartar o óleo utilizado em sua cozinha.

Agora é com você!  Usar a água corretamente é preservar o meio ambiente.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

Hortas medicinais: é fácil ter a sua

30 nov

Palestra no auditório Gruta da Onça (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Quem foi ao auditório Gruta da Onça na manhã desta sexta-feira (30), quinto dia da 23ª edição da Feira do Verde, teve a oportunidade de conhecer os benefícios de se cultivar hortas medicinais em casa. A afirmação foi feita pela coordenadora do Projeto Jardins Terapêuticos, da Secretaria Municipal de Educação, Henriqueta Terezinha Sacramento que contou que muitas famílias tem em seus espaços residenciais verdadeiras riquezas fitoterápicas.

Nesse contexto, Henriqueta relatou as experiências desenvolvidas com as famílias que frequentam algumas unidades de saúde da família de Vitória, como a USF de Jesus de Nazareth, Grande Vitória e no território de Andorinhas. “Nossas ações estão auxiliando na valorização da vida e no respeito a cultura tradicional local”, acrescentou ela. O projeto é desenvolvido pela Secretaria de Saúde de Vitória.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Visitantes da Feira do Verde produzem obra de arte

30 nov

Obra "Atitude Sustentável" (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

O artista plástico Flávio Pimentel colocou em exposição a obra “Atitude Sustentável”. Esta é uma produção coletiva, onde os visitantes da 23ª Feira do Verde contribuem com a montagem depositando garrafas pets com tampa dentro de um imenso peixe produzido com materiais reciclados.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

Representante do Cidade Sustentável elogia Feira do Verde

30 nov

Palestra no auditório Ilha do Lameirão (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

O representante da Rede Cidade Justa e Sustentável, Nossa Rede São Paulo e do Instituto Ethos, George Winick, abriu a série de palestras ocorridas no auditório Ilha do Lameirão, no quinto dia da 23ª edição da Feira do Verde, elogiando a iniciativa de Vitória em promover um evento para debater ações para a mudança de hábitos nas cidades. Winick destacou que o maior desafio, atualmente, é transformar a teoria em ações práticas.

Durante a paletsra, Winick disse que é possível viver melhor hoje e garantir recursos naturais as gerações futuras. “A sustentabilidade torna-se essencial para o desenvolvimento de políticas públicas nas cidades. O nosso maior desafio é implementar de forma efetiva ações que garantam a preservação do Planeta”, reforçou Winick.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Você no Facebook

30 nov

Muitos moradores desejam compartilhar com os amigos do facebook imagens suas em pontos turísticos e monumentos importantes da cidade, com alta qualidade. Na 23ª Feira do Verde, isso é possível e, o que é melhor, se deslocando por apenas alguns metros. É que os principais pontos turísticos, históricos e prédios municipais estão reunidos no mesmo lugar dentro do estande da Prefeitura de Vitória.

Uma reprodução de prédios municipais, museus e alguns pontos turísticos de Vitória estão à disposição dos visitantes do evento que têm ainda a oportunidade de serem fotografados com uma réplica da antiga máquina fotográfica, estrela nas mãos do fotógrafo Lambe-Lambe. Para acessar as imagens é só curtir a página www.facebook.com/vitoriaonline ou ver aqui pelo blog.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Fotos da 23ª Feira do Verde

30 nov

23ª Feira do Verde - Fotos 26/11 a 01/12/2012
By Prefeitura de Vitória  |  View on Facebook

Reciclagem gera renda e alegria com o Recicla Folia

29 nov

Estande do Recicla Folia (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Reciclar para proteger. É essa ideia que o “Recicla Folia” adota ao transformar resíduos, antes despejados no meio ambiente, em matéria-prima para a confecção de várias peças artesanais.

O projeto surgiu mediante a preocupação da comunidade Grande Santo Antônio com o destino dado às fantasias do carnaval capixaba. Alunas do Circuito Cultural, moradoras da comunidade, idealizaram o projeto junto a moradores e hoje geram renda nas comunidades.

Iron Rocha, colaborador, fala sobre a importância da iniciativa. “Nós temos uma grande preocupação com a destinação de todo o lixo gerado durante o carnaval. O que antes contribuía para poluir a cidade, hoje gera renda e incrementa o carnaval em outras localidades no Estado”.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

 

Inclusão social é exemplo de sustentabilidade

29 nov

Jogo "Carta para Terra" na Feira do Verde (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Inclusão social também é sustentabilidade. Esse exemplo você também pode conferir na Feira do Verde. Gabriela Dornelas Vidal, 10 anos, assim como qualquer criança da sua idade, pula, fala, brinca. A diferença é que Gabriela é portadora da Síndrome de Down. Condição que não atrapalha a sua socialização.

A mãe da Gabriela, Regina Dornelas de Oliveira, 39 anos, diz que o mundo está mais aberto. “Eu esponho a Gabriela onde vou. Acho importante que ela interaja com outras crianças e se insira na sociedade. Ela é super descolada. Logo se integra nos ambientes”, comenta satisfeita.

A Gabriela paticipou nesta tarde (29) do jogo “Carta para Terra”. O objetivo é chegar à Terra  fazendo um percusso onde é preciso adotar medidas sustentáveis. A mensagem principal é: devemos pensar e agir coletivamente para salvar o planeta. Fica aí outro exemplo.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

Festival Bandas de Garage acontece neste final de semana

29 nov

O Festival Bandas de Garage, que neste ano será realizado em parceria com a Prefeitura de Vitória, na 23ª Feira do Verde, na Praça do Papa, busca consolidar-se com uma importante iniciativa do fomento, preservação e estimulação da música na cena cultural capixaba. Este ano com o tema: Atitude Sustentável.

O evento acontece neste sábado (1º) e domingo (02), na Praça do Papa.

Fonte: http://www.festivalbandasdegarage.com

Festival Vitória Jovem na Feira do Verde

29 nov

Atrações culturais, oficinas, palestras e debates sobre temáticas ligadas à juventude terão espaço durante a 23ª Feira do Verde. Isso porque, paralelamente ao maior evento ambiental do Estado, terá início a primeira etapa do Festival Vitória Jovem, que acontece entre esta sexta-feira (30) e domingo (2). A banda pernambucana Mundo Livre S/A, uma das fundadoras do movimento Manguebeat, está na programação do evento, com apresentação prevista para domingo, às 22 horas.

Os jovens estão convidados a participar, e a proposta é que o evento seja um canal de interlocução da juventude com a administração municipal. A primeira etapa do evento será na Praça do Papa e tem como tema “Circuito Verde”.

Renda gerada a partir das garrafas pets

29 nov

Manaus trouxe para a 23ª edição da Feira do Verde o trabalho desenvolvido pelos frequentadores do Projeto “Educação Ambiental”, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade daquela cidade. O espaço foi ocupado com objetos produzidos por crianças, alunos das escolas municipais da região e mães que frequentam o “Clube de Mães”, nas oficinas promovidas por aquela secretaria.

De acordo com o instrutor do projeto Joaquim Félix de Araújo Neto e o coordenador Vitor Dias, o trabalho desenvolvido contribui para a geração de renda das famílias carentes do município.

A poltrona produzida com garrafas pets foi aprovada pelo superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Vitória Orlando Rezende. “A peça é muito confortável e uma ótima opção de decoração em áreas abertas e em beira de piscina por sua durabilidade e resistência às variações climáticas. Uma peça dessa dura mais de 200 anos”, ressaltou ele.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Fiscalização sustentável

29 nov

A Polícia Militar do Espírito Santo montou uma base de fiscalização sustentável na 23ª edição da Feira do Verde. Com estrutura feita a partir de materiais orgânicos recolhidos nas matas em suas operações de fiscalização, os policiais ambientais aproveitaram a oportunidade para colocar o público para refletir sobre suas ações e comportamento no dia a dia, que contribuem para depredação ambiental.

“O estande reproduz, como forma de uma releitura crítica, a relação do ser humano com as outras espécies. Fizemos uma inversão, aqui, a espécie humana é a presa e não a predadora para que os visitantes comecem a pensar como se sentiria se estivesse no lugar de um animal, por exemplo, preso em uma gaiola”, comentou o subtenente Bernardes.

Para o público o que mais chama atenção é o desconhecimento sobre as espécies animais e o deslumbramento ao verem alguns animais. Como o estudante da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Araújo, localizada em Guarapari, Pedro Henrique Machado, de 10 anos.

Encantado com alguns animais, reproduzidos em tamanho real, Pedro Herinque passou quase meia hora dentro do estande. “Gostei dos animais. Gosto muito de bichos. Nunca tinha visto um Irerê nem um jacaré. Mas eles devem ser ainda mais bonitos vivos, livres, andando por aí”, afirmou ele. O Irerê é um dos animais expostos na mata construída pelos policiais ambientais.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Trilha Sensorial e Vagão do Conhecimento são atrações no estande da Vale

28 nov

Estande da Vale (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Quem não conhece o Parque Botânico da Vale pode visitar a 23ª Feira do Verde. Lá você será convidado a exercitar os sentidos e reconhecer o meio ambiente através da trilha sensorial.

A próxima parada é o Vagão do Conhecimento. Um vídeo sobre a Reserva Natural Vale é apresentado aos visitantes, que reconhecem a importância da preservação para a manutenção de espécies animais e vegetais.

Mais adiante um quebra-cabeça exibe aves encontradas na Mata Atlântica. Um monitor explica ainda sobre uma variedade de sementes que podem ser encontradas neste ambiente.

Por fim, um orquidário e mudas de plantas estão expostos. Fala-se sobre a dificuldade de reflorestamento e a necessidade de preservação.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

Exposição de Arte Rupestre na Feira do Verde

28 nov

Estande Museu Nacional da UFRJ (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Imagina que há 10.000 anos atrás o homem pré-histórico habitava uma cidadezinha no interior da Bahia. Todo esse mundo mágico-religioso pode ser revelado através das pinturas rupestres encontradas no Município de Central.

É esse mundo fantástico que o Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) vem nos apresentar em seu estande montado na 23ª Feira do Verde.

Atividades práticas são apresentadas às crianças, que aprendem técnicas e nomenclaturas próprias da arqueologia. Através do decalque elas representam os animais encontrados nas pinturas rupestres. A escavação é um convite para aprender um pouco mais sobre os artefatos utilizados pelo homem pré-histórico.

O Museu Nacional da UFRJ é responsável pelo Projeto Central, que realiza pesquisas arqueológicas no interior do Estado da Bahia, desde 1982. Sob a coordenação de Martha Lock e Maria Beltrão, o projeto conta ainda com diversos monitores que se dedicam às pesquisas.

Juliana Nogueira, estudante de biologia da UERJ e monitora pelo Museu Nacional, explica a mensagem do projeto. “Se o homem pré-histórico conviveu com os animais representados aqui há pelo menos 10.000 anos, utilizaram o meio ambiente e conservaram. Nós, que estamos aqui há 500 anos, deixando um rastro de destruição, seremos capazes de preservar o meio ambiente para as gerações futuras?” Fica aí o questionamento.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

Arborismo: uma opção de lazer junto à natureza

28 nov

Estande do Arborismo (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Os amantes dos esportes radicais mostraram nesta 23ª edição da Feira do Verde que é possível praticar a atividade física em qualquer lugar em que se esteja. Com a montagem de uma área para a prática de arborismo o estande atraiu dezenas de jovens.

Nesta quarta-feira (28), os alunos das escolas municipais de Vitória, Serra e de outras unidades de ensino estadual formaram fila para estreiar no mundo do arborisnmo.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

Prefeito visita expositores da Feira do Verde

28 nov

O prefeito João Coser esteve na manhã desta quarta-feira (28) na 23ª Feira do Verde e fez questão de visitar e cumprimentar todos os expositores. O artista Herikson Oliveira da Silva posou para o blog. Herikson é vencedor do Prêmio Agente Jovem de Cultura em 2011 e 2012, como o melhor em arte abstrata com resíduos de construção civil do Espírito Santo, numa promoção do Ministério da Cultura.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

Rádio Escola entrevista prefeito

28 nov

Rádio Escola com o prefeito de Vitória (Foto: Jaqueline Vianna - Secom/PMV)

A aluna da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Arthur da Costa e Silva Roberta Castro de Souza, de 10 anos, entrevistou o prefeito João Coser. No microfone, a estudante quis saber a opinião de Coser sobre a contribuição desse evento para a formação dos moradores de Vitória.

Ao final da entrevista, Roberta disse que ficou emocionada, apesar da experiência como repórter porque já atua na EMEF. “Essa entrevista vai ficar marcada em minha vida. Ensaiei antes as perguntas para não fazer feio na frente do prefeito”, contou ela. A estudante revelou ainda que, futuramente, pretende fazer o curso de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo.

A Rádio Escola é um projeto da Secretaria Municipal de Educação (Seme).

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

Ciência, Educação e Cultura na Feira do Verde

27 nov

Alunos de Altas Habilidades e Superdotação (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Conhecimento nos quatro cantos da cidade. A Prefeitura de Vitória apresenta para a comunidade os lugares onde ciência, educação e cultura se encontram.

Você já ouviu falar na Escola da Ciência Física? Praça da Ciência? Planetário de Vitória? E na Escola da Ciência, Biologia e História? Todas estes espaços estão juntos em um estande na 23ª Feira do Verde.

Lá você pode conferir o que cada um deles pode oferecer para você e sua família. Ou ainda ficar por dentro dos trabalhos desenvolvidos junto aos alunos da rede municipal.

O cone duplo, a alavanca , o princípio da pilha e o teste de nervos são alguns instrumentos expostos pela Escola da Ciência Física. Eles demonstram alguns dos princípios físicos ensinados nas escolas. Pra quem gosta de ciência e tecnologia, vale uma conferida nos protótipos de robótica desenvolvidos pelos alunos de Altas Habilidade e Superdotação.

Mas se o seu assunto preferido é o universo, o Planetário de Vitória está expondo os trabalhos realizados durante todo o ano junto aos alunos de escolas municipais. Em sessões especias, estes alunos puderem aprender um pouco mais sobre o sol, a lua e o planeta Terra.

A Escola de Ciência, Biologia e História traz exemplares de animais encontrados na Mata Atlântica, em um ambiente que também simula a formação vegetal deste ecossistema.

Ficou curioso? Passa lá para conferir!

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

Aprendendo a produzir flores no estande da Petrobras

27 nov

Visitantes produzem flores artesanais (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Muitas crianças se divertiram nesta terça-feira (27) escutando as explicações e produzindo flores artesanais no estande da Petrobras. No espaço, estão expostos três projetos sociais e ambientais que contam com o apoio da empresa, como Secri, Junior Achievement, Robalo.

Segundo o analista de Comunicação da Petrobras, Bruno Lima, no estande o público tem a oportunidade de conhecer um pouco do trabalho realizados por essas entidades e participar das oficinas disponibilizadas por eles.

Como a que acontece na manhã dessa terça-feira, onde foi ensinada a confecção de flor produzidas a partir de retalhos de panos. “É fácil de fazer, rápido e ainda acalma”, contou a estudante Bianca Santos, de 12 anos , enquanto termina sua primeira produção.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Mais bonita e de fácil visitação

27 nov

Estudantes na Feira do Verde (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Para os estudantes que visitaram na manhã desta terça-feira (27), segundo dia da 23ª edição da Feira do Verde, o espaço está mais bonito, arejado, facilitando a visitação dos estandes.

Um dos que compartilham dessa opinião é o estudante da Escola Municipal Yolanda Schineider Rangel da Silva, da Serra, Mateus Soares, de 12 anos, que pelo segundo ano consecutivo participa do evento.

Para ele, o Centro de Educação e Cultura, que traz um pouco das atividades desenvolvidas nos espaços de educação não formais de Vitória (formados pela Praça da Ciência, Planetário, Escola da Ciência Física e a Escola de Biologia e História) foi o estande que mais lhe chamou atenção. “Nunca tinha visto um telescopia desse porte, assim tão perto. Pude ver tudo como pudesse pegar”, descreveu o menino.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Conhecimento técnico nos auditórios

27 nov

Auditório Gruta da Onça (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Nos auditórios instalados na 23ª Feira do Verde, na Praça do Papa, o público pode aprender um pouco mais sobre sustentabilidade e quais as contribuições pode dar para a preservação do Planeta, usando seus conhecimentos técnicos específicos independente de sua área de atuação.

Foi com esse enfoque que a bibliotecária Marluze falou de sua experiência para uma platéia atenta e participativa que lotou o auditório Gruta da Onça, na palestra “Novos Olhares para uma Educação Socioambiental”.

Enquanto no auditório Ilha do Lameirão, o Coordenador Regional do Projeto Tamar, João Carlos Tomé contou um pouco da história do Projeto no Brasil e no estado, além de apresentar a sua atual realidade e propostas para o futuro para as autoridades e público em geral presente no local.

A principal missão do Tamar é pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção. O projeto protege cerca de 1.100km de praias, através de 22 bases mantidas em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso desses animais, no litoral e ilhas oceânicas, em nove Estados brasileiros, incluindo o Espírito Santo.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Visitas monitoradas nos parques naturais

27 nov

Participantes da 23ª Feira do Verde poderão conhecer alguns dos Parques Naturais de Vitória, com visitas monitoradas pelos administradores dos parques, em dois horários pela manhã e a tarde.

O subsecretário de Gestão e Controle Ambiental de Vitória, Ronaldo Freire Andrade, disse que pensou nessas visitas para levar tanto o morador, como o visitante participante da 23ª Feira do Verde a conhecer as potencialidades dos parques.

“Temos parques com locais de lazer e contemplação de grande beleza e próprios para caminhadas, trilhas ou contemplação. Nosso objetivo é promover esses locais e com a visita monitorada apresentar as potencialidades de cada parque natural visitado”.

Inscrições
As inscrições para as visitas serão feitas no estande da Secretaria de Meio Ambiente (Semmam), no Espaço da Prefeitura de Vitória, à direita, na entrada principal da 23ª Feira do Verde. (mais…)

Jogo de tabuleiro une todos pela sustentabilidade

27 nov

Jogo da Carta da Terra (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

O Jogo da Carta da Terra tem levado muitos jovens e adolescentes a voltarem a ser criança. A brincadeira leva os participantes a se unirem em prol da defesa do Planeta.

Nesse tabuleiro, quando um perder todos perdem. “É um jogo de tabuleiro gigante que exige a cooperação de todos pela sustentabilidadeo do Planeta”, disse a presidente da Feira do Verde Pricila Merçon.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

Vitinho visita os jornalistas da Secom

26 nov

Vitinho e a equipe da Secom (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Entre um atendimento e outro à imprensa e a cobertura jornalística das palestras nos auditórios da 23ª Feira do Verde, os jornalistas da Secretaria de Comunicação receberam a visita de Vitinho, o mascote do evento. A visita mereceu um registro fotográfico pela simpatia e animação do boneco ao desejar bom trabalho para toda a equipe.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Transformando hábitos para uma alimentação mais saudável

26 nov

Estande do projeto (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Quem visitar a 23ª Feira do Verde terá a oportunidade de receber informações de como montar uma horta em pequenos espaços utilizando materiais e/ou objetos já utilizados. Uma garrafa pet pode se transformar em uma horta de rúculas ou que tal usar os rolos vazios de papel higiênico ou caixas de ovos em lugar para semear temperos?

No estande do Projeto Reciclar pela Vida os expositores apresentam como iniciativas individuais podem contribuir para a sustentabilidade ecológica e preservação da natureza. O projeto faz um convite a todos os visitantes a adotares uma postura mais consciente do compromisso em manter limpa a natureza sem esperar que os outros façam ou deixem de fazer. O importante é que cada um assuma a obrigação de dar um destino útil ao lixo ainda dentro de casa.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Sustentabilidade é para todos

26 nov

Estande da Feira do Verde (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

A assistente social Rigleia Ribeiro e a psicóloga Helen Alves decidiram apresentar a Feira do Verde para um grupo de moradores da Casa Lar, uma instituição da Prefeitura de Vitória que atende pessoas em situação de rua com transtornos mentais.

A dona Lenira, de 66 anos, pela primeira vez visitando o espaço, disse que gostou e que a Feira é muito legal. A mesma opinião dos colegas de abrigo Kléber e Estelito. Eles se divertiram no estande do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) que utilizou o espaço para mostrar o fundo do mar.

O ambiente marinho foi apresentado com a utilização do tato. Os visitantes eram convidados a colocar as mãos em um recipiente fechado e, por meio de sua sensibilidade tátil, descobrir o que estava lá no fundo do “mar”.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Melhor mobilidade nas cidades

26 nov

Simulador de trânsito (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

Um simulador de trânsito está contribuindo para a conscientização de jovens, principalmente aqueles em idade próxima a tirar a primeira habilitação, a checar todos os seus movimentos no trânsito e reflexos diante das situações mais diversas.

O simulador registra as reações dos motorista diante de um semáforo vermelho, mas com pouco movimento na via e, até mesmo, o se o condutor dá preferência ao pedestre nas faixas. “O simulador registra o comportamento do motorista em todas as regras de trânsito. Ao final é emitido um relatório do cidadão. O que passa despercebido aos olhos de um agente de trânsito é registrado pelo aparelho nessa simulação virtual que mostra o nível de consciência desse cidadão no trânsito”, explica o ex-piloto e instrutor Rodrigo Marchesch.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Flora e fauna capixabas são retratadas no estande Últimos Refúgios

26 nov

Estande Últimos Refúgios (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

Quer fazer uma trilha em meio à Mata Atlântica? Curta esta aventura no estande Últimos Refúgios, montado na 23ª Feira do Verde. Lá você encontra uma simulação da fauna e flora típicas desta vegetação.

Durante a trilha você pode contemplar as fotografias de Leonardo Merçon, que retrata animais encontrados nas reservas biológicas do Estado, como a jaguatirica e a onça pintada. Ao final são exibidos vídeos sobre as reservas biológicas e unidades de conservação do Espírito Santo.

O estande é uma união de três instituições: o Instituto Últimos Refúgios, o Instituto Marcos Daniel e o Projeto Caçadores de Cachoeiras.

O Últimos Refúgios volta-se para o registro das reservas e unidades de conservação do Estado através da fotografia e do vídeo. O Instituto Marcos Daniel realiza pesquisas científicas e promove a educação ambiental. Já o Projeto Caçadores de Cachoeiras presta-se como um guia de turismo, cultura e esportes de aventura aqui no Estado.

O que promove a união é um único objetivo em comum: promover a preservação dos recursos naturais através da sensibilização, conhecimento e conscientização.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

 

Materiais reaproveitados viram artesanatos com o projeto Economia Solidária

26 nov

Estande da Aderes (Foto: Paula Maria - Secom/PMV)

“Transforme seus Hábitos”. Este é um dos pedidos que a Feira do Verde faz em sua 23ª  edição. E é justamente isso que Maria Peixoto, 48 anos, vem fazendo através da sua vocação com os artesanatos.

Bolsas, tapetes, chaveiros e colares são alguns dos produtos que Maria confecciona utilizando restos de malhas e até cartões telefônicos. Maria diz que reaproveita tudo e ensina toda a família a fazer o mesmo. “Eu gosto mesmo de cuidar do meio ambiente”, comenta.

Jane da Silva, 43 anos, é outro exemplo de reaproveitamento. Ela trabalha com restos de couro que compra a quilo para produzir cintos, carteiras, brincos, colares e outros. “Precisamos reciclar e pensar no amanhã”, exclama.

Ambas participam do projeto Economia Solidária e estão expondo os seus produtos no estande da Aderes. Vale uma passadinha lá para conferir.

Texto: Paula Maria (Secom/PMV)

 

 

Feira do Verde convida para participar do Passeio Ciclístico

26 nov

Os auto-falantes da 23ª Feira do Verde estão convidando a todos os visitantes do evento e moradores da cidade a participarem do Passeio Ciclístico – Pedalar para Respirar. O pedalaço está marcado para começar às 9 horas, deste domingo (02), saindo do Parque Moscoso indo até a Feira do Verde.

As inscrições deverão ser feitas no estande da Prefeitura de Vitória localizada parte lateral direita da Feira do Verde, seguindo pela entrada principal do evento. Os 750 primeiros inscritos ganharão camiseta, viseira e número para participar do sorteio de bicicletas que serão distribuídas pelo Armazém das Bicicletas.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Os bonecos Consciente e Consumista chamam atenção do público

26 nov

Os bonecos Consciente e Consumista fizeram sucesso e chamaram atenção no primeiro dia da 23 Feira do Verde. Eles arrancavam sorrisos e abraços das crianças e adolescentes das escolas que visitavam o evento por onde passavam pelos corredores da feira.

O grupo de adolescentes do Romão foi atrás dos bonecos e de informações para um consumo consciente. Entre eles, os estudantes Joyce Martins, Peterson Olímpo Paulino, Carlos Gabriel, Alessandra Assis, Gabriel Luiz, Oséias Dias dos Santos e Claudinei Pereira (foto).

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Estande do Sebrae conta com mesa interativa

26 nov

Mesa interativa (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

A mesa interativa instalada no estande do Sebrae chama atenção de quem passa pelo local. Para o estudante da escola estadual Mestre Álvaro, na Serra, Vinícius Lucas Santos, de 10 anos, o aparelho facilita o aprendizado .

“Fica mais fácil aprender assim. É divertido e a tecnologia facilita a gente entender o que muitas vezes na sala de aula só com a professora falando não conseguimos prestar atenção”, contou Vinícius.

Mostrando o mesmo encantamento e entusiasmo, que o colega Vinícius, o estudante João Vitor Ramos Rangel, de 12 anos, disse que também achou muito legal contar com esse recurso. “Essa é a primeira vez que venho à Feira do Verde. Achei tudo lindo. Não dá vontade de ir embora”, disse João Vitor.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Apresentação de alunos anima a Feira do Verde

26 nov

Apresentação de alunos (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

A manhã desta segunda-feira (26), primeiro dia da Feira do Verde, foi animada pelas apresentações de hip hop dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Vercenílio da Silva Pascooal e dos adolescentes que frequentam atividades no Cajun do Romão.

Segundo Wesllerson Medeiros, um dos dançarinos do grupo do Cajun Romão, a estreia deles na 23ª Feira do Verde vai ficar marcada na vida deles. Ele também conta que o grupo sempre quis se apresentar num espaço grande e tão importante como considera esse evento.

O grupo é formado por 12 integrantes e é ensaiado pelo professor João Lúcio sob à coordenação de Elaine.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

 

Autoridades visitam estande Vitória na Rio+20

26 nov

Tião Barbosa, Sueli Tonini e Ana Rita (Foto: Rosa Blackman - Secom/PMV)

O espaço Vitória na Rio+20 recebeu na manha desta segunda-feira (26) a visita da senadora Ana Rita e do vice-prefeito Tião Barbosa. Acompanhados da secretária de Meio Ambiente de Vitória Sueli Tonini os dois conversaram sobre a importância de se investir na formação de novos hábitos entre os moradores das cidades para melhoria da qualidade de vida e preservação do meio ambiente para as futuras gerações.

Texto: Rosa Blackman (Secom/PMV)

Vídeo da 23ª Feira do Verde

23 nov

Entrega do Prêmio Tião Sá acontece na quinta-feira (29)

23 nov

Troféus do Prêmio Tião Sá. Foto: Coordenação de Imagem PMV

O Prêmio Tião Sá premiará os cinco vencedores da 17ª edição na quinta-feira (29), às 19 horas, no auditório Lamerão, na 23ª Feira do Verde, localizada na Praça do Papa, no período de 26 de novembro a 02 de dezembro.

A coordenadora da 17ª Edição do Prêmio Tião Sá, Ivani Zecchinelli, informou que neste ano foram inscritos 13 projetos, sendo que sete na área de Educação Ambiental e quatro, na área de Pesquisa Ambiental.

O 1º lugar em Pesquisa Ambiental foi Flávio Nascimento Coelho, como projeto “Participação de nichos de peixes predadores na Ilha de Trindade”, Brasil.

E o 1º lugar em Educação Ambiental ficou com Idelvon da Silva Poubel, com o projeto “Diagnóstico ambiental de áreas degradadas: uma prática de atividades escolar como ferramenta de conscientização para melhoria da qualidade de vida, trabalho realizado”.

Texto: Regina Freitas (Secom/PMV)

Vitinho é a mascote da 23ª Feira do Verde

22 nov

Um menino muito esperto e ligado nas questões ambientais estará circulando pela 23ª Feira do Verde, ensinando as crianças e adultos os cuidados com o ambiente.

Vitinho é a mascote das crianças e adultos na Feira do Verde. Foto Danza

O nome da mascote da 23ª Feira do Verde foi escolhido por 1.220 alunos de quatro escolas municipais: Orlandina de Almeida Lucas (São Cristóvão), Heloisa Abreu Júdice de Mattos (Bela Vista), Maria Madalena Oliveira Domingues (Jardim Camburi), Maria Leonor Pereira da Silva (Santa Lúcia) e Juscelino Kubitschek de Oliveira (Maria Ortiz).

Os outros nomes propostos pela equipe de criação foram Tatá, com 19% dos votos e Cid, com 20% dos votos. O Vitinho venceu com 61% dos votos das crianças.

Texto: Regina Freitas (Secom/PMV)

Passeio ciclístico – Pedalar para Respirar

22 nov

Animação no passeio - Divulgação CDL Jovem

O tradicional Passeio Ciclístico pelo meio ambiente, que normalmente é feito em junho, neste ano será realizado no dia 02 de dezembro, com saída às 9 horas, do Parque Moscoso, que em maio de 2012 comemorou seus 100 anos de existência. O tema do passeio é Pedalar para Respirar e é em parceria com a CDL jovem.

Os ciclistas sairão do Parque Moscoso em direção a Praça do Papa, onde está a 23ª Feira do Verde. As inscrições serão feitas no estande da Prefeitura de Vitória e os primeiros 750 que se inscreverem receberão camiseta, viseira e um cupom para participar do sorteio de bicicletas e acessórios, oferecidos pelo Armazém das Bicicletas.

Texto: Regina Freitas (Secom/PMV)

Workshop discute costa e mar capixaba

14 nov

Vista a partir do Mirante da Fonte Grande

A costa e o mar capixaba serão debatidos em Workshop e palestras na 23ª Feira do Verde, abrindo uma série de debates. Na segunda-feira (26), no auditório do Memorial da Paz será realizado, durante todo o dia, eventos abordando o tema.

O primeiro deles será o “Workshop Científico Biodiversidade Marinha na Costa Capixaba”, e para debater este tema estarão presentes nos debates técnicos da Secretaria de Meio Ambiente de Vitória, UFES, Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Seama), Reserva da Biosfera da Mata Altântica (RBMA), Marinha e Ministério do Meio Ambiente.

Biodiversidade

A Biodiversidade e Importância da Cadeia de Edifícios Vulcânicos Vitória – Trindade Costa Capixaba, também será discutida, considerando a Amazônia, a Zona Econômica Exclusiva (ZEE), Biodiversidade Costa Capixaba, Fisionomia Cadeia Vitória Trindade, Aspectos Oceanográficos – da Cadeia Vitória Trindade, Conectividade e Conservação e serão apresentadas as pesquisas do Programa REVIZEE na Cadeia Vitória – Trindade.

Neste mesmo auditório, na parte da tarde, a partir das 14 horas serão discutidos Projetos de Conservação Marinha, como a Pró-Trindade, Projeto Mamíferos Marinhos – Instituto Baleia Jubarte e TAMAR.

A expectativa é que ao final deste dia seja feita a leitura e aprovação da Carta de Recomendações e Proposta de Criação do Fórum Capixaba dos Recursos do Mar, e às 19h será dado Posse do Conselho Consultivo da Estação Ecológico Municipal Ilha do Lamerão.

Texto: Regina Freitas (Secom/PMV)

Rio+20 na 23ª Feira do Verde

13 nov

Estande de Vitória na Rio+20. Foto: Regina Freitas

As discussões realizadas na época da Rio+20, em junho deste ano, estarão presentes na 23ª Feira do Verde, principalmente no evento que contará com representantes do Ministério do Meio Ambiente, que será o 1º Encontro de Cidades pós Rio+20, pela Vitória da Sustentabilidade.

Esse encontro será realizado no dia 30 de novembro, no auditório Lameirão, com capacidade para 200 pessoas. Esse dia já tem confirmado a presença do Presidente de Honra do Instituto ETHOS – Oded Grajew, do Presidente da ANAMMA Nacional, Mauro Buarque, representante da Rede Nossa Vitória, Jefferson Cabral, além de autoridades locais.

O evento debaterá os seguintes temas: O olhar do governo brasileiro sobre o papel das cidades nos desdobramentos da Rio+20, Experiência da cidade do Rio de Janeiro na busca da sustentabilidade, O desenho urbano da cidade que se pretende sustentável e A gestão política da cidade em busca da sustentabilidade.

O 1º Encontro continua no sábado (1º) das 9 às 18 horas, com a palestra “Como avançar para cidades sustentáveis em meio à crise econômica – A experiência inspiradora da ITAIPU BINACIONAL”. A tarde será realizada uma visita técnica ao Parque da Fonte Grande e a Estação Ecológica Municipal Ilha do Lameirão.

Texto: Regina Freitas (Secom/PMV)

23ª Feira do Verde debate a sustentabilidade nas cidades

12 nov

Faltam apenas 14 dias para a realização do maior evento de educação ambiental de Vitória e do Estado, que é a Feira do Verde. Nesta 23ª edição, o evento ganhou mais um dia de realização. Agora serão sete dias de Feira. Neste ano a 23ª Feira do Verde será realizada de 26 de novembro a 02 dezembro, sempre das 9 às 21 horas, na Praça do Papa. O tema deste ano o tema é: Cidades em busca da sustentabilidade.

Serão sete dias de muita informação nos mais de 50 eventos técnicos, que serão realizados em quatro auditórios: Lameirão, Fonte Grande, Gruta da Onça e Memorial da Paz. Serão realizados Seminários, como a Implementação de políticas municipais e estaduais de Educação Ambiental e o Educação ambiental pós Rio+20.

Além dos seminários serão realizados fóruns, como o Capixaba dos Recursos do Mar; Mesas redondas como de Iniciativas de Conservação e Uso Sustentável na Região Costeira e Marinha, abordando a questão da conservação, lançamento de livros. Oficinas, também, estão previstas como a de Catadores e Materiais Recicláveis e palestras na área e Resíduos Sólidos Urbanos. Todos os eventos discutirão a questão da sustentabilidade, tema central da Feira.

Texto: Regina Freitas (Secom/PMV)

Feira do Verde conscientiza sobre meio ambiente

9 nov

A preservação do meio ambiente passou a ser vista como uma atitude imprescindível para assegurar que as futuras gerações tenham condições adequadas de sobrevivência. A fim de conscientizar a população capixaba sobre essa necessidade, é realizada, anualmente, em Vitória, a Feira do Verde.

A Feira do Verde é o evento de educação ambiental de maior representatividade coletiva de Vitória e do Espírito Santo. Sua primeira edição ocorreu em 1990, e, desde 2008, o evento é montado na Praça do Papa. A feira reúne cerca de cem expositores, que representam instituições públicas, sociedade civil organizada e empresas privadas.

São discutidas questões ambientais e urbanísticas que interferem na qualidade de vida dos cidadãos, tais como proteção dos ecossistemas, saneamento, água, gestão ambiental. Os agentes participantes são levados a refletir sobre seus papéis na sustentabilidade dos ecossistemas e das populações humanas.

(mais…)